Entrevista de Misha Collins publicada no jornal Chicago Tribune

E o cara está arrebentando a boca do balão e com isso Supernatural está tendo o destaque que merece!!!

Como eu fico feliz com isso..

Essa colunista, Maureen Ryan já falou por 2 vezes (de forma muito entusiasmada) de Supernatural na sua coluna em menos de 1 mês.. E eu fico muiiiito contente com isso..

Aqui ela fala com Misha Collins que interpreta Castiel, o anjo que tirou Dean do inferno e destinou uma missão a ele…

Go, Winchetsers, go!!!

AQUI toda a entrevista

Pontos da reportagem:

– Misha fala que Castiel chegou representando uma força poderosa (Deus) e que isso não significa só pureza, amor e bondade. Misha fala tb que talvez Castiel tenha um lado sensível, só que ainda não foi mostrado isso. Os anjos mostrados estão mais pra vingativos

– Fala sobre como Misha viveu antes de entrar no seriado, que teve seu céu e seu inferno tb. Céu ele se refere ao tempo que viveu num monastério no Nepal, com monges tibetanos onde aprendeu a meditação budista que pratica até hj. Inferno foi o tempo que passou como estagiário na Casa Branca, ele realmente odiou. Ele fala que sua mãe teve uma experiência como atriz, mas ele nunca levou isso a sério pq nunca foi essa a fonte de renda da família, que aliás vivia sem dinheiro.

– Fala das séries que ele participou até entrar em Supernatural, onde ele tem uma relação mais que especial com Dean, e que Castiel não tinha nenhuma noção de como seria se relacionar com um humano, pq anjos não pisavam na terra há mais de 2000 anos, mas que ele acredita que Castiel aprenderá com Dean muita coisa sobre humanidade. Assim como Castiel tb está fazendo com que Dean repense muitas coisas que acreditava e não acreditava até agora. Castiel literalmente colocou a fé de Dean em jogo.

– Misha conta que está escalado para outros episódios, mas precisa quais e nem quantos. No episódio do dia 30 de outubro, próxima quinta, mostra Castiel e outro anjo Uriel, que estão convencidos que algumas pessoas precisam morrer pra evitar que um dano maior aconteça, e Sam e Dean vão bater de frente com eles, tentando não deixa-los fazer isso.

– Misha conta que Uriel é da escola: fere primeiro, pergunta depois. Uriel não tem consciência, Castiel tem. Segundo Misha, o episódio no final das contas questiona: “os fins justificam os meios?”..

– A jornalista pergunta a ele como é entrar no meio do seriado numa quarta temporada que é onde as coisas começam a afundar e isso parece não estar acontecendo com Supernatural, no que Misha responde que realmente é surpreendente isso, que até ele se assustou. Que não é uma série fácil, pq não tem dinheiro, não tem uma grande emissora, não tem uma segunda unidade (o que seria típico e esperado), mas que é impressionante como o grupo é unido e esforçado pra que tudo corra bem. Que a equipe a praticamente a mesma desde o inicio da série. Que Jensen e Jared aceitam as coisas numa boa, que estão sempre prontos a ajudar e colaborar, então apesar dele ter entrado agora ele sente que a show tem dado certo.

– Pergunta se ele é fã de terror e ele fala que não, que o único filme que ele viu foi de Stephen King quando tinha 9 ou 10 anos, pq ele ficou traumatizado com uma coisa que ele viu quando criança..hehe

– Misha fala que não pode falar muito, mas a diferença entre Castiel e Uriel é que Castiel tem mais consciência que Uriel, mas não significa que ele é do tipo que fica tocando harpa. Volta a falar de seu relacionamento com Dean. Que ambos vão aprender com o outro, e que na verdade os anjos estão ali, numa batalha, pq há uma real ameaça de destruição.

– A jornalista diz que a série veio com uma pergunta provocativa, que se existe inferno, demônios e o mal, pq não pode existir Deus, anjos, céu e bondade..E Misha destaca que a grande questão do episódio vai ser essa: os fins justificam os meios?… Pq os anjos vieram pra destruir tudo, seja bom ou ruim, estão dispostos a fazer sacrifícios humanos pra evitar um mal maior e Dean e Sam não concordam com isso de forma alguma. E ele fala que gostou muito disso, que é uma pergunta bastante pertinente nos dias atuais, principalmente na política. Mas que ele não sabe se é o modo mais correto de agir

– A repórter fala de Sam e seus poderes.. Fala se os anjos temem que Sam use esse poderes pra trazer o caos tb e ele responde que é exatamente isso e mesmo o prórpio Sam não tem resposta. Pq os anjos tb não sabem os planos, eles só sabem que os poderes vem do demônio e eles advertem Sam pra não usa-los.

– Jornalista fala que é engraçado, pq dos dois irmãos Dean é o menos sensível, o menos filosófico. Ele sempre apenas matou e pronto, e agora todas essas questões de moralidade, espiritualidade e Deus estão vindo pra ele. E Misha diz que realmente as coisas mudaram, Sam está mais brutal e Dean mais cauteloso sobre o que faz.

– Jornalista pergunta se Castiel poderia ferir os irmãos, pq parece que eles não gostam de vê-los tão juntos trabalhando, no que Misha responde que não é bem assim. O que tem na verdade é uma desconfiança tremenda entre eles, ambos são fortes e parece que estão testando um ao outro. E ele acha que os anjos tem muito mais dúvida sobre o Sam do que sobre o Dean, pq o Sam tem poderes e os anjos não sabem se ele pode ser um aliado ou um inimigo, e sendo assim os anjos não vieram pra perder ou pra esperar respostas.

Fonte: LJ spn_castiel