Primeiramente, venho me desculpar pela ausencia já explicada, e prometo que tentarei se o mais presente possível a partir de agora. Não se preocupem as traduções continuarão vindo.
O que tenho a dizer com esse texto não passa de MINHA opinião pessoal, alguns concordarão, alguns não, lembrem-se, eu NÃO sou o senhor da razão. Espaço para discusão sempre haverá contanto que seja mantido a edução e o nível, comentários com linguagem xula ou ofensas SERÃO REMOVIDOS.
Haters gonna hate, é simples assim. Supernatural nesse temporada começou com um grande desafio, provar aos fãs que ainda tinha força mesmo após o fim de seu ciclo de 5 anos previamente calculados pelo mestre. Ainda mais após o mesmo abandonar a cadeira de capitão.
Depois disso foi passado a tocha para a Sra Sera Gamble, uma simples pessoa que está com o mestre desde o começo, O COMEÇO, que tinha como sua primeira grande empreitada provar aos fãs que Supernatural ainda podia ser Supernatural.
Após dois episódios medianos (embora eu tenha gostado da season premiere) veio o episódio 6×03 The Third Man, onde temos Castiel de volta e o primeiro arco da temporada é introduzido (primeiro porque o papo de “Im back bro” foi lançado no finale da quinta temporada). Com isso vimos que Sera e todo o time criativo ainda tinha força e que aqueles personagens tão peculiares que amamos continuavam os mesmo, e os novos se provavam grandes potências (Balthazar por exemplo).
Logo após vemos o episódio 6×04 Weekend at Bobby’s com Supernatural saindo de sua rotina e provando que o tio Bobby merecia um spin off só pra ele, e a ótima quimica entre Bobby e Rufus, personagens que só Supernatural consegue fazer funcionar juntos.
E então temos 6×05 Live Free or Twihard, 6×06 You Can’t Handle the Truth e 6×07 Family Matters, que apesar de interessantes foram simplesmente ‘meh’ nada de super, duper, incrivel aconteceu a não ser alguns poucos momentos, que é claro valeram a pena. (Dean decapitando vampiros e mostrando aos ‘brilhantes’ como se faz). Sem contar com a introduçao dos arcos da temporada, purgatório e Sam sem alma.
Com o episódio 6×08 All Dogs Go to Heaven eu faço o mesmo que fiz com o 5×12 Swap Meat, finjo que nunca existiu.
Agora chegamos no divisor de águas e a prova final que haters gonna hate, 6×09 Clap Your Hands If You Believe…
Clap Your Hands foi a prova que muitos precisavam para ver que quando alguem começa a reclamar ela leva isso a fundo, tenho total e absoluta certeza que se Clap You Hands tivesse sido feito na temporada anterior teria sido elevado aos céus, como a maioria dos sites especializados fizeram. Esse foi sem duvida nenhuma, um episódio brilhante. E escrito por ninguem menos que o Sr Ben Edlund que sempre foi louvado por sua ousadia.
Com 6×10 Caged Heat e 6×11 Appointment in Samarra, 6×10 sendo escrito por Brett Matthews & Jenny Klein e o 6×11 por Sera Gamble e Robert Singer, só provaram o que todos sabemos, Supernatural pulou SIM o tubarão nessa temporada, mas ainda se manteve fiel ao que nos interessa:
E o que nos interessa é o relacionamento entre os irmãos, Castiel assintindo porn, os Alfas (que começaram a ser ultilizados apropriadamente), Céu, inferno, Sam sem alma (com Jared mostrando que não tem só tamanho), Sam com alma (ainda veremos isso), Dean lutando pelo irmão, Dean sendo abduzido, Sam ameaçando Castiel, Castiel ficando badass igual Jack Bauer, Crowley rei do inferno, Crowley matando Crowley, Castiel matando Crowley, grandpa Campbel fazendo merda, grandpa continuando a fazer merda, Dean ameaçando granpa, Dean matando uma fada, Sam matando chachorros, Sam e Dean com um bebê (!), Sam badass e tudo isso em 11 episódios!
Supernatural fez o que todas séries fazem quando chegam a essa altura do campeonato, se reinventou mantendo sua raizes (embora algumas esquecidas), só para citar que Supernatural não é a unica série a passar por isso lhes dou alguns exemplos: House (e sua sétima temporada mais irregular que minha menstruação), Dexter (com sua péssima quinta temporada), Grey’s Anatomy (em sua sexta temporada sem saber se vai ou fica), CSI (opa, essa continua igual), Desesperade Housewives (que flopou mais que panqueca), Smallville (que já se reinventou tanto que nem sabe o que é mais, embora digam que melhorou pacas), e por ai vai.
O caso é, Supernatural pode ter o episódio mais brilhante do mundo que pessoas ainda reclamarão, ainda acharão defeitos, irão procurar algo para reclamar, qualquer coisa que possam se agarrar para provar que a série não é mais a mesma. E Supernatural NÃO é mais a mesma, muita agua já passou por essa ponte, já passamos por muita coisa nesses 6 anos e provavemente passaremos por muito mais.
A série mantem sua audiência acima dos 2 milhões em uma sexta-feira no CW CHANNEL!
Esse tipo de audiência pra um canal como a CW, em uma sexta-feira, que está a deixando na frente da FOX, é sim, muito, muito, muito satisfatória, e caso aconteça de Dawn ‘Ostrorstostsotft’ realmente sair do canal passando o comando para outra pessoa, podem ter certeza que Supernatural irá continuar na grade. É uma audiência fixa devido ao seu fandom, que igual a Chuck, se mantem no ar devido a esse pessoal.
No fim de tudo, o que tenho a dizer é: Supernatural pulou o tubarão de fato, mas não a ponto de se desvincular do que fez ser o que é, continuando com personagens carismáticos e peculiares da forma que somente Supernatural consegue fazer e que nós aprendemos a amar e odiar! Supernatural ainda é Supernatural!