IT’S A BOY 🙂

Foi com essa mensagem simples e cheia de carinho que Jared Padalecki anunciou, via twitter, que seu filhote nasceu.

Foi assim, simples, direto e alegre que soubemos que nosso querido Big Jay se tornou um pai. O Padababy/Minimoose (apelido carinhoso dado pelos fãs e que Jared aceitou) nasceu em Seattle, nos EUA, e em breve Jared e Genevieve fornecerão mais detalhes sobre isso. Tal como o nome da criaturinha linda! Até lá, é Padababy/Minimoose!

A gente sabe que o blog é sobre Supernatural e que temos uma política de não falar sobre a vida pessoal dos atores. Mas essa notícia merece uma comemoração. 

É uma vida que se celebra. É a chegada de um filho para um cara, um homem que sempre foi nada menos do que dedicado a seu trabalho e a seus fãs. Jared é assim: alegre, aberto, apaixonado, divertido e sempre pronto a atender seus fãs. Então, nós como fãs, devemos retribuir o carinho nesse momento. Vamos nos juntar a ele e à sua esposa Genevieve e celebrar esse momento único, inesquecível e eterno na vida deles.

Uma criança é sempre uma benção. Nunca se deve pensar o contrário. Uma vida é sempre algo divino e maravilhoso. A chance de poder ajudar a fazer daquela pessoa alguém que valha a pena viver cada minuto do dia, a chance de poder amar incondicionalmente um outro ser humano sem reservas, sem medo, sem julgamentos.

Qualquer pessoa aqui que tenha filhos sabe o que estou dizendo. Sabe que o amor que se tem para com os filhos é algo que nenhuma palavra, gesto ou ação pode explicar. Apenas se sente e vivencia isso. Não tem como não dizer que é algo além de nossas mundanas compreensões.

Jared deve (com certeza ele está) vivenciando uma das experiências mais arrebatadoras de sua vida.. Ele, com absoluta certeza, está mais que radiante, ele (e sua esposa também, claro) está além da palavra felicidade. E nós como fãs, devemos compartilhar com ele uma pequena porção dessa alegria toda. Devemos enviar a ele e sua pequena família boas energias, bons pensamentos e nossos mais profundos e sinceros desejos de felicitações. Jared merece esse carinho vindo de seus fãs. Ele sempre foi tão generoso conosco, acho que não custa nada retribuir o carinho, não é?

Eu realmente gostaria que ele entendesse português, o que o cara brasileiro lá que trabalha com eles na produção, pudesse explicar pra ele o tamanho do carinho que nós do Brasil, estamos enviando a ele. Mas eu sei que as vibrações de boas energias, falam muito mais que palavras. Então façamos isso, vamos enviar bons pensamentos e votos de felicidades pro casal e para o pequeno Padalecki. Somos uma “Supernatural Family”.

E eu vou postar um poema de Silvia Schmidt que fala sobre “Ser Mãe”.. Mas no lugar da palavra “mãe”, pode-se facilmente substituir por “pai”..



“Antes de ser mãe eu fazia
e comia os alimentos ainda quentes


Eu não tinha roupas manchadas.
Eu tinha calmas conversas ao telefone.


Antes de ser mãe eu dormia
o quanto eu queria
e nunca me preocupava
com a hora de ir para a cama.
Eu não me esquecia de
escovar os cabelos e os dentes.


Antes de ser mãe eu limpava
minha casa todo dia.
Eu não tropeçava em brinquedos
nem pensava em canções de ninar.


Antes de ser mãe eu não me preocupava
se minhas plantas eram venenosas ou não.
Imunizações e vacinas eram
coisas em que eu não pensava.


Antes de ser mãe ninguém vomitou nem fez xixi em mim,
nem me beliscou sem nenhum cuidado,
com dedinhos de unhas finas.


Antes de ser mãe eu tinha
controle sobre a minha mente,
meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos.
… eu dormia a noite toda …


Antes de ser mãe eu nunca tive
que segurar uma criança chorando
para que médicos pudessem
fazer testes ou aplicar injeções.
Eu nunca chorei olhando
pequeninos olhos que choravam.
Eu nunca fiquei gloriosamente feliz
com uma simples risadinha.
Eu nunca fiquei sentada horas
e horas olhando um bebê dormindo.


Antes de ser mãe eu nunca
segurei uma criança só por
não querer afastar meu corpo do dela.
Eu nunca senti meu coração se despedaçar
quando não pude estancar uma dor.
Eu nunca imaginei que uma
coisinha tão pequenina pudesse
mudar tanto a minha vida.
Eu nunca imaginei que pudesse
amar alguém tanto assim.
Eu não sabia que eu adoraria ser mãe


Antes de ser mãe eu não conhecia a sensação
de ter meu coração fora do meu próprio corpo.
Eu não conhecia a felicidade de
alimentar um bebê faminto.
Eu não conhecia esse laço que
existe entre a mãe e a sua criança.
Eu não imaginava que algo tão pequenino pudesse
fazer-me sentir tão importante.


Antes de ser mãe eu nunca me
levantei à noite a cada 10 minutos
para me certificar de que tudo estava bem.


Nunca pude imaginar o calor,
a alegria, o amor, a dor
e a satisfação de ser uma mãe.


Eu não sabia que era capaz
de ter sentimentos tão fortes.


Por tudo e, apesar de tudo, obrigada, Deus ,
por eu ser agora um alguém tão
frágil e tão forte ao mesmo tempo.


Obrigada Deus por permitir-me ser Mãe!”‘