Artigo falando sobre a base de fãs de Supernatural, e de como o fandom movimenta um seriado. Fala também como é uma convenção de Supernatural.



Creation Entertainment e o mundo de Supernatural.
O sempre crescente fenômeno que é o show de TV chamado Supernatural tem uma base de fãs muito ativa e quase fanática. Estas incrivelmente cordiais e entusiasta atividade de fãs pode ser experimentada no seu melhor quando você participa de uma convenção produzida pela Creation Entertaiment, e o recente evento em Burbank, Califórnia mais uma vez demonstrou que os devotos deste show de TV são os melhores do mundo.
O “turismo de convenções” também conhecido como “Saudação a Supernatural” tem sido um ponto de encontro muito popular para os fãs deste show. É uma oportunidade de algumas vezes encontrar um impressionante número de pessoas talentosas relacionadas ao show. A Convenção em Burbank demonstra a atenção cuidadosa que o pessoal da Creation tem em atender os desejos dos fãs e deixar este repórter do Examiner.com atordoado com o que foi a mais divertida e amável (terna) convenção até hoje.
Supernatural é um show de TV que pertence ao raro grupo de show que é defendido com unhas e dentes e elogiado. Na realidade, Supernatural tem sido salvo do perigo de cancelamento de todas as suas sete temporadas (NT. – aí eu acho que ele cometeu um erro, ou não teve a curiosidade de checar). A série foi inicialmente criada para um público masculino, mas tem sido defendida por uma notável legião de fãs (no feminino) cuja influência não passou despercebida nem pelo criador  show Eric Kripke , nem pelo diretor mais popular do show, Guy Bee. Os fãs têm tirado o show do perigo de cancelamento e agora estão fazendo apostas que a série será renovada para uma oitava temporada.
A última convenção da Creation Entertainment aconteceu no Los Angeles Marriott Burbank Hotel. O hotel bem espaçoso proporcionou uma atmosfera relaxante para as atividades daquele final de semana. As convenções de Supernatural são únicas porque são compostas por garotas e senhoras de todas as idades que tem em comum o amor ao gênero do show. A única convenção que poderia ser equiparada a esta seria a da Twillight (Crepúsculo) também produzidas pela Creation.
Então quem é a típica fã que pode ser encontrada em Supernatural? Leslie Lawrence é um exemplo clássico de o porquê este show ter possivelmente as mais inteligentes e amáveis fãs. Leslie cursou e se graduou nas faculdades  UC Berkley e  Cal State Sacramento com um diploma em Antropologia com um B.A e um M.A.  Levando em consideração esses dois incríveis feitos e credenciais, você poderia supor que ela é bem arrogante, mas ela representa a razão pela qual os criadores de Supernatural se sentirem afortunados. Leslie Lawrence irá te cumprimentar com um sorriso genuinamente doce, e ela se relacionará com os outros fãs da série com um mútuo respeito e entusiasmo típico das fãs de Supernatural durante esses eventos. Outro excelente exemplo da típica fã da série é Susan Bartlett. Ela é energética e uma fã bem entusiasta que por um acaso é uma excelente organizadora. Bartlett é uma incansável defensora de uma banda de rock finlandesa conhecida como “The Poets of the Fall”. O seu sentimento de admiração faz com que Susan seja muito simpática a todos que ela encontra e ela também nos deslumbra com suas maravilhosas covinhas. Estas duas fãs representam uma base de fãs extremamente inteligente e incrivelmente amigável que Supernatural tem e que se vangloria e exibe a todos.
A lista de convidados é impressionante por qualquer tipo de critério. Logo na liderança temos o popular diretor Guy Bee. Bee conquistou uma legião de fãs depois de dirigir um dos episódios nos qual os dois atores principais da série são transportados  para o Velho Oeste Americano. Normalmente um episódio desses pode ser uma sentença de morte para qualquer outro show, mas com a direção competente de Bee, o episódio ficou bem fresco e vital para o arco mitológico da série.
Os fundadores da Creation Entertainment, Adam Malin e Gary Berman estão muito atentos ao que as fãs querem, e tem sempre traduzido as estrelas masculinas do show. Malin e Berman também incluíram leilões (adorados pelo público) de fotos de Supernatural e imagens do tamanho de uma parede. Também temos um café da manhã intimo com os dois atores principais do show, Jensen Ackles e Jared Padalecki e uma festa com karaokê que é apresentado por Richard Speight Jr. (Trickster/Gabriel) e Matt Cohen (jovem John Winchester) que é sempre espetacular.
Assim como as fãs cresceram e se modificaram, assim também o ritmo e estilo destas convenções que são um tributo a série Supernatural. Os painéis que são os melhores desta convenção que duram 03 dias, foram evoluindo numa quase maravilhosa e íntima discussão entre as fãs sobre o show que elas amam.  Com o fato de que você pode fazer isso, discutir o show com o talentoso ator (atriz) que o faz (atua). Novamente, o ator Misha Collins consegue fazer com que muitos dessem risada e suspirassem com suas respostas muitas vezes divertida e intencionalmente absurdas. Uma entrevista com o talentoso ator irá aparecer num futuro artigo nesta coluna.
Um ator que foi muito bem recebido foi Jim Beaver (Bobby Singer). Beaver foi bastante humilde no palco. Suas histórias no set de filmagens e como ele acredita que seu personagem seria morto, fez com que o seu painel fosse o mais realista que aconteceu em qualquer convenção que já tenha participado. O ator se mostrou um homem comum o que fez com que o seu personagem seja um dos mais populares na série. O ator Sebastian Roche (Baltazar) provou ser um dos mais surpreendentes de todos os talentosos atores que vimos neste final de semana. Ele constantemente salpicava suas respostas com uma ou duas referências obcenas. Foi incrível ver Roche e o seu domínio de ser capaz de cativar um grande número de pessoas, enquanto fazia com que a maioria delas rir ao ponto de lágrimas.
Talvez a maior “conquista” da Creation seja o fato de constantemente trazerem os “J e J” como as fãs começaram a chamar Jensen Ackles e Jared Padalecki. E é o respeito genuíno que um tem pelo outro e a constante demonstração de uma amizade verdadeira que fica clara para ser vista pelos fãs que faz com que Ackles e Padalecki não sejam apenas meninos bonitos. As brincadeiras divertidas que esses dois atores se envolvem já são legendárias entre o pessoal do show. Em vários momentos o ambiente ficava quase que sobrecarregado devido aos gritos ensurdecedores em repostas às perguntas bem humoradas e positivas das próprias fãs. Outra qualidade nestas entrevistas é a demonstração de verdadeira humildade que os dois parecem possuir como foi demonstrado por várias vezes durante o painel, quando, tanto Jensen quanto Jared agradeciam a todos que estavam participando da convenção. Foi também o aniversario de Jensen e o ator Richard Speight Jr. trouxe um bolo com velas para o palco assim ele poderia, juntos com as fãs, cantar e desejar Jensen um feliz aniversário.
O ponto central do show Supernatural e o fato dele ser tão popular e apaixonante entre os fãs é a celebração das diferentes facetas de nossa humanidade. Se os irmãos estão enfrentando vampiros, demônios ou anjos, Sam e Dean se apegam aos laços que nos unem como uma família. Supernatural declara que esses laços são importantes e que devemos morrer por eles (se necessário) . Os irmãos abraçam sua humanidade e uns aos outros e aí que reside o paradoxo do mistério da condição humana. Apesar de inúmeras insuperáveis barreiras e com um entendimento que será compreendido somente no final, os irmãos Winchester enfrentam os desafios, e apesar da falta de poderes (eles não têm poderes sobre-humanos como os super heróis) demonstram que no coração de qualquer um há uma fonte inesgotável de vontade e bondade. Não é a toa que este show tão subestimado tenha tantos seguidores fanáticos com uma base de fãs incrivelmente inteligente e graciosa.
Crédito à Examiner.com – clique aqui para ler a reportagem original em ingles.