A Random Acts, entidade de Misha Collins para promover atos de bondade e caridade, acaba de ganhar um reforço importante: um espaço imenso no capô de um NASCAR, numa corrida que ia ao ar ontem, 1º de setembro.

“Conquistar o mundo com um ato de gentileza por vez” é o lema da instituição, que sugere que atos de caridade vào desde carregar as compras de um idoso até conseguir uma casa para um grupo que promove formação artística para crianças de rua.
Na matéria, Misha também foi perguntado sobre Supernatural. E é aí que entra o SPOILER.

Castiel teve uma jornada tumultuada desde o início de sua participação, na quarta temporada, mas Misha promete mais equilíbrio quando o show retornar, em outubro.
“Posso te dizer que Cas… Na maior parte do tempo, está são, seus parafusos estão no lugar, não tão soltos quanto no final da sétima temporada. Mas ele está cheio de remorso e arrependimento e auto-punição, e além disso, como se isso não bastasse, ele está arrasado no Purgatório, então sua situação está bem ruim. Mas seus poderes funcionam lá, o que ajuda bastante, mas é o Purgatório, então não é perfeito.”

Quando nos falamos , ele estava filmando o quinto episódio e diz que até agora só leu cenas de Castiel no Purgatório. Também teve oportunidade de interagir com o Benny de Ty Olsson, o companheiro estranho e perigoso vampiro que Jeremy Carver já avisou que vai ter uma ligação com Dean e Castiel, enquanto estão presos naquele ambiente hostil. “Já fiz algumas cenas com ele. A relação entre Dean e Benny é de camaradagem e Cas está com um pouco de ciúme, eu acho, na verdade.”

A matéria na íntegra no Huffington Post vc acha aqui.