O TV Overmind postou a descrição e o Zap2It a sinopse oficial do episódio 8×04, intitulado…




“Bitten” (Mordido).

O episódio 8×04 de Supernatural será bem diferente do restante do show. Muito ao estilo de A Bruxa de Blair e Atividade Paranormal, o episódio vai ser contado por meio de um vídeo incidental:
Sam (Jared Padalecki) e Dean (Jensen Ackles) investigam um assassinato bizarro em uma cidade universitária. Perto de apanhar o suspeito, eles entram em um apartamento e encontram dois corpos e um vídeo bastante perturbador, que começa com Brian (ator convidado Leigh Parker), Mike (ator convidado Brandon W. Jones) e Kate (atriz convidada Britni Sheridan) descobrindo algo sobre um ataque de animal bastante incomum em sua cidade. O resto da história é contado pelo ponto de vista deles. Sam e Dean tornam-se participantes incautos de um vídeo estudantil único. Thomas J. Wright dirigiu o episódio escrito por Robbie Thompson.

Em outra matéria sobre o mesmo episódio, no TV Overmind, durante entrevista com os produtores executivos Jeremy Carver e Robert Singer, Singer disse que “Você vai fazer parte desse registro em vídeo [no episódio] , com os rapazes aparecendo bem no comecinho e quase no final, mas em 95% do show, você está dentro desse vídeo. Eles estão nele nem saber, então é meio louco. É um episódio muito bom, que te prende, tem ótimos atores convidados e trata de universitários”. Carver, por sua vez, disse que história gira em torno de “Universitários que lidam com uma situação que sai do controle…  Eles foram fantásticos e pela quantidade de tempo que estão ali, eles carregam o episódio, então você se envolve com eles.”

Não pense que será um ep como “Ghostfacers”, que deu um toque especial ao que seria um ep normal de Supernatural. “‘Ghostfacers’ era um conceito, por ser um show dentro do show, então havia ainda [algo de real], mesmo tendo saídas para o comercial, ou o que quer que chamem”, Singer explicou.

“Bitten” vai ser um ep stand-alone (quando pouco ou nada tem a ver com o arco mitológico, ou quando o arco pode ser compreendido sem ele).