Boa noite, pessoal! Todo mundo ansioso para o episódio de hoje? Enquanto ele não sai, temos esse artigo publicado no site Huffington Post, com trechos de algumas entrevistas focadas nesse episódio, e ainda com algumas informações sobre o resto da temporada, abram por conta e risco!


Tem uma entrevista em vídeo (infelizmente não houve tempo para tradução) na página, que pode ser acessada aqui.

Vocês acham que Benny voltou a matar de novo? Acham que a relação de Sam com Amelia é exatamente o que parece? Sam e Dean vão acabar “Citizen Fang” em melhores termos? Divida suas previsões e especulações abaixo!

O episódio dessa semana de Supernatural também serve como o fim da primeira metade da temporada, o que significa que não teremos outro episódio até 2013! (Claro, só falta um mês para isso, mas estamos traumatizados de qualquer jeito). E preparados com o conhecimento de que o episódio terminará com um gancho, temos certeza que de que ele, chamado de “Citizen Fang”, deve ter algo espetacular preparado para nós.

Quando o Huffington Post visitou o set de Supernatural em Vancouver no início de Novembro, suspeitamos que o episódio 9 seria grande. Jensen Ackles (Dean Winchester) e Jared Padalecki (Sam Winchester) nos deram essa prévia no vídeo exclusivo que podem ver acima.

Sabemos que a história será focada no aliado vampiro de Dean, Benny (Ty Olsson), e na suspeita de Sam sobre o chupador de sangue estar recaindo aos velhos hábitos, apesar da insistência de Dean que o seu amigo do Purgatório está andando na linha.

Na entrevista recente do HuffPost TV com Ty Olsson, o ator reiterou sua paixão pelo episódio dessa noite, admitindo que no fim dessa hora, “Nós nos importamos com o Benny… e bastante.”

Ele ainda incluiu, “Eu acho que veremos novamente o conflito de Benny sobre se encaixar e não ter realmente um lugar que seja seu… ser esse vampiro predatório tentando negar sua necessidade, mas incapaz de se encaixar na população humana também… Nós vemos [seu mundo] brevemente expandido e esperamos que Benny de alguma forma encontre felicidade e então teremos muitos problemas surgindo e vemos seu mundo encolhendo novamente… Eu acho que é uma história tocante e que toca fundo no coração. Nós sentimos empatia por seu tormento, por ele estar dividido entre dois mundos. É um ótimo episódio.”

Ackles confirmou que a história “vai empurrar os irmãos para uma situação um pouco mais delicada do que já está, e isso vai definitivamente ajudar de certa forma no episódio.” Ele ainda adicionou, “[É] ótimo porque eu acho que vem sendo um elemento de construção realmente bom desde o início da temporada e você não quer arrastar isso por muito tempo,  nem acabar com isso muito rápido. Eu acho que é uma boa hora de ter um vislumbre do que vai rolar.”

Padalecki concordou que apesar dos irmãos terem tido alguns problemas no episódio 6, “aquilo foi apenas uma lombada”, em uma estrada maior para o episódio de hoje a noite. “Nós não estamos completamente limpos um com o outro ainda ou tranquilos com o outro ainda e haverão mais alguns degraus do tipo de sumir da vista um do outro até finalmente termos chegado a um acordo,” ele inclui.

Ainda assim, esse atrito fraternal não retirou o entusiasmo dos atores para a temporada. De acordo com Padalecki, “Ainda há alguns ótimos episódios por vir, e isso parece um baita clichê, por eu ser um ator da série, ‘Ei, teremos realmente ótimos episódios’, mas eu estou muito feliz com eles, e orgulhoso do nosso arco.” Ackles concordou, admitindo que essa nova temporada tem sido “refrescante”.

Antes essa semana, HuffPost TV também teve a oportunidade de falar com o produtor executivo Jeremy Carver sobre o que vem pela frente nessa temporada, particularmente relacionado aos eventos de “Citizen Fang”. Apesar do showrunner tomar cuidado em estragar muita coisa para os fãs, especialmente sobre o gancho do episódio de hoje a noite, ele certamente provocou o bastante para atiçar nosso apetite.

HuffPost: Como você disse, Sam obviamente ainda está com o arco da Amelia em andamento e os flashbacks, mas o arco individual de Dean com o Purgatório parece ter sido encerrado por enquanto. Teremos algum arco específico chegando no próximo pacote de episódios?

Jeremy Carver: Dean pode ter saído do Purgatório mas ainda tem que lidar com Benny. Benny é o maior ponto de atenção no episódio 9. Então, sem entrar em muitos detalhes, lidar com a questão Benny é o ponto principal e central do futuro próximo de Dean.

HP: Eu estive bem interessada nas suas numerosas provocações sobre “realidade versus percepção” no início dessa temporada, especialmente em relação ao arco de Sam. Você pode expandir no que esse tema atualmente se conecta à narrativa dele… ou talvez não se conecta?

JC: Por agora, eu acho que se tivesse que dizer uma coisa, diria que o episódio 9 pode focar na percepção dos fãs do que eles esperam que essa relação seja ou não. O fato dessa questão é que, eu acho que os fãs tem muitas especulações quando falamos de Sam e Amelia, e o que pode ou não pode ter acontecido. Eu acho que, certamente, o episódio 9 lida com isso de um jeito que dará algumas respostas a isso. Eu espero que da mesma maneira tocante e emocionante que temos lidado com isso desde o começo da temporada. Então, é assim que eu definiria a questão da percepção num futuro imediato.

HP: E sobre a agenda celestial e a introdução de Naomi (Amanda Tapping)? O que isso significa para a aparição de Castiel?

JC: Eu não posso falar muito. QUer dizer, não deixamos Cas em um lugar particulamente bom e estaremos absolutamente revisitando isso e o trazendo de volta à história com alguma pressão. Mas é o mais específico que eu posso ser por enquanto.

HP: Eu estive no set para o episódio 12, o qual envolverá o avó parterno dos Winchester, Henry (Gil McKinney). O que você pode revelar sobre a história, em termos gerais?

JC: Eu acho que uma dar partes mais divertidas nessa série é o jeito que, através dos anos,  nós criamos por esses buracos na árvore genealógica. Eu acho que estamos dando o mesmo tratamento ao personagem de Henry e com o que os garotos descobrem… Novamente, eu acho que isso responde muitas perguntas, se teremos mais perguntas que precisam ser respondidas em termos de família em geral. [Isso] responde de outro jeito porque essas famílias podem ter sido destinadas a ficar juntas, os Campbell e os Winchester. Ele também fala a um dos irmãos em particular em termos de encontrar seu lugar na mitologia da família. Isso ressoa em muitos níveis para os personagens, a série e a mitologia atual.

HP: Voltando a “Citizen Fang”… o que será revelado sobre Benny que ainda não sabemos?

JC: Eu não posso realmente dizer muito, exceto que vocês vão aprender muito mais sobre o personagem – pois começaremos a descascá-lo – mais e mais, coisas que fazem dele um personagem divertido, um multidimensional, profundo personagem que eu acho que, pelo menos, está ressoando conosco na série.

HP: O que vem por aí para Crowley [Mark Sheppard] e Kevin [Osric Chau], desde que tudo que atualmente sabemos é que os Trans estão relaxando na casa barco de Garth [D.J. Qualls]?

JC: Nós os veremos bem em breve. Eu tenho que ser um pouco menos específico sobre o que acontecerá. Acontecerá uma importante descoberta vinda da leitura da tábua.

HP: Os últimos dois episódios, “Hunteri Heroici” especificamente, apresentaram algumas boas ligações com John [Jeffrey Dean Morgan]. Isso vai continuar?

JC: Eu acho que o importante é – falar não apenas de John, mas de Mary também = a parte do que guia a busca por fechar os portões do Inferno ser o efeito que os demônios causam na família… É muito importante para nós manter essa panela fervendo em termos de desejar consertar os erros do passado.