164286_570618662962467_2019100043_n

 

Olá pessoas, aqui é a Suelen esta é minha primeira review aqui para o blog! Começarei com o episódio Freaks and Geeks que foi exibido ontem pela CW.

Esta semana tivemos um episódio bom, mesmo sendo um filler. Não que eu tenha algo contra fillers, mas quando a temporada está chegando ao fim à tendência é esperarmos sempre um episódio que tenha a ver com a mitologia da temporada. Se bem que este episódio pode render algo no futuro da série.

Começamos o episódio com a famosa cena dos namorados no carro e o monstro que ataca, só que desta vez a mocinha era mais perigosa do que o monstro. Krissy está de volta e desta vez cheia de ódio e com desejo de vingança. Ficamos sabendo que o pai dela foi morto e a vida normal que Dean gostaria que ela tivesse como ele disse no final do episódio Adventures in Babysitting lhe foi negada e ela está vivendo com um cara chamado Victor que está criando e treinando a nova geração de caçadores.

Foi interessante ver a maneira como os personagens interagiram, e em como se uniram na dor da perda de seus entes queridos. E eu confesso que como Sam cheguei a acreditar que Victor tinha boas intenções. Mas de boas intenções Supernatural está cheio, não é mesmo? No final das contas era o próprio Victor o vilão da história, apesar de eu achar que as intenções dele eram boas. O problema é que no caso dele, o fim não justificou os meios. A ideia de treinar jovens para ser a nova geração de caçadores é interessante, porque monstros sempre existirão, mas a que preço vale a pena desperdiçar a vida de um adolescente? O desejo de vingança vale a pena? Vimos aonde à vingança levou John, Dean, Sam e Bobby. Victor foi esperto ao tentar motivar os jovens através da vingança e também foi cruel.

 

O que mais gostei no episódio foi a interação de Dean com Krissy. Foi quase uma relação de pai e filha. Dean tem em si o instinto protetor e ele realmente gostaria que a garota tivesse uma vida normal, longe da vida de caçadora, assim como ele queria para Sam no passado. Dean perdeu sua infância por conta da vida de caçador e ele sabe o quanto isto custa. De certa forma ele vai continuar cuidando da garota, já que colocará Garth na cola dela. Gostei da cena final dos dois, do beijo carinhoso que ela deu nele e do conselho que ele deu para o garoto: “Não a machuque senão ela te mata”. Se Dean tivesse uma filha, e não estou falando da filha monstro que ele teve na outra temporada, e sim de uma filha “normal” com certeza ela seria igual à Krissy.

Este foi um bom episódio para nos preparar para o próximo, que promete deixar-nos de cabelos em pé e sem unhas nas mãos!

Até mais hunters!