A atriz Felicia Day concedeu uma entrevista ao TV Overmind e falou sobre Charlie, sua personagem em Supernatural.

A atriz retorna ao seriado no episódio 8×20 – Pac-Man Fever e nesse espisódio teremos algumas revelações sobre seu passado e vamos vê-la caçando com os Winchesters.

Segue abaixo a tradução do artigo.

A terceira será a vez da sorte para Felicia Day em Supernatural! O episódio dessa semana, intitulado “Pac-Man Fever”, traz  Charlie Bradbury, um dos personagens favoritos dos fãs, de volta ao mundo Winchester. Mas as coisas estão um pouco diferentes desta vez. Ao invés dos meninos tropeçarem em cima de Charlie e salvá-la do perigo, nós veremos uma mulher muito pró-ativa, que está ansiosa para entrar no mundo da caça. Nós conversamos recentemente com Felicia, que compartilhou um pouquinho sobre a revelação do passado misterioso de Charlie, bem como o que é trabalhar com Sam e Dean em um caso.

A Reunião –  Na última vez em que vimos Charlie, ela estava liderando um exército de jogadores de RPG. Desde então, entretanto, ela está no “modo” de pesquisa. “Charlie está numa fase da vida em que vc se internaliza, eu acho. Neste episódio ela está muito pró-ativa, traz um caso para os rapazes ao invés de ficar somente como uma observadora ou espectadora, ou alguém que é envolvida no caso, eu acho que isso a fortalece. Eu adoro a ideia que que ela se envolva mais no caso, não somente pelo fato dela querer estar mais no controle (das situações), mas também porque ela quer fazer parte do mundo de Sam e Dean e pelo fato de que não vai ficar esperando que algo aconteça na vida dela, é um enredo bem legal.” Felicia não quer ficar dando muitos detalhes sobre o caso que Charlie irá trazer para os Winchesters, mas provoca dizendo que “envolve algo sobrenatural que os meninos podem ter já lidado anteriormente, mas há alguma coisa diferente neste caso. Ela quer fazer parte do mundo deles, então tem estado muito ocupada aprendendo e se quiser fazer parte desse mundo deles, terá que saber tomar conta de si mesma.”

Equipe temporária. Sabemos que Sam vem se sentindo mal desde que completou recentemente o segundo teste, por isso Dean pede a ele para ficar fora do caso, a fim de descansar. Em vez disso, Dean forma uma equipe com Charlie para investigar e ensinar a ela as manhas quando se trata de caça. “Sam passou por tanta coisa [ultimamente com os testes] e um bocado da interação neste episódio é com Charlie e Dean por causa disso. Nós a temos visto se envolver demais, mas neste novo mundo de que está muito proativamente tentando fazer parte, ela está muito entusiasmada. Acho que em certos casos, [ela] surpreende até mesmo Dean com algumas das coisas que ela é capaz de realizar”.

Mistério revelado? Felicia mencionou que o episódio também contém “um maravilhoso arco emocional para Charlie. Temos que ver não só o lado espirituoso dela, mas [também] alguma profundidade no personagem”. Fãs de Supernatural irão se lembrar que houve indícios de que o público – e os Winchesters – não conhecem toda história de Charlie. Na verdade, na primeira aparição dela na sétima temporada, ela disse a Sam e Dean que Charlie não era nem mesmo o nome verdadeiro dela. “Pac-Man Fever” vai nos fornecer algumas respostas. Mesmo no vídeo game que o trio viaja ajudará a descascar as camadas do passado de Charlie: “Eu adoro o jeito que o vídeo game acontece. É muito orgânico não pela história sobrenatural do monstro da semana, mas também como se liga ao arco emocional de Charlie de uma forma muito bonita. Charlie é obviamente uma jogadora e tudo culmina neste mundo que é bem único e centrado em jogadores. Eu adoro o jeito que Robbie Thompson escreveu todos os episódios de Charlie. Ele é um mestre em fala espirituosa e nas referências à cultura pop. Mas, definitivamente, ele adicionou camadas para Charlie que tornaram essa uma experiência incrível de interpretar. Acho que as pessoas vão se sentir atraídas por ela como pessoa de várias maneiras no decorrer do episódio.”

A irmãzinha que eles nunca souberam que queriam. Um monte de fãs notou o quão bem Charlie se encaixou com os irmãos Winchester, assumindo um papel de irmã caçula. Ele teve alguns momentos pessoais tocantes com eles no passado, tal como quando ela discutiu a mensagem de celular falsa de Dean para Sam. Nós veremos mais desses momentos neste episódio? Felicia diz que veremos. Em particular, “a relação entre Dean e Charlie definitivamente se aprofunda. Vocês começam a saber muito mais sobre Charlie, as coisas que ela escondeu e a razão pela qual ela é do modo que é. Há um pequeno mistério por trás dela e eu acho que viajando dentro dessa jornada com Dean no episódio ela fica mais próxima [dele] do que já esteve com alguém em muito tempo. Dean tem esta qualidade de irmão mais velho com Charlie, que é obviamente algo para o qual ela está atraída [que é a razão pela qual ela está de volta em primeiro lugar, para trazer a eles um caso novo].”

Pelo Amor de Charlie. Felicia não consegue elogiar o bastante sua personagem em Supernatural, nos dizendo que “Charlie é um presente! Ela é uma mulher espetacular de se interpretar. Ela personifica tudo que nós normalmente não vemos na TV. Ela é uma garota muito esperta e capaz, que tem muita confiança em quem é, uma pessoa bem fora do comum. Ela abraça seu status de intrusa e ama as coisas que não são populares sem vergonha. Eu amo o fato dela ser uma personagem tão realizada e ela leva o que poderia ser um clichê da garota geek e adiciona muito mais reviravoltas interessantes a ele.”

Reaparecimento? É claro que eu tive que perguntar a Felicia com quem ela gostaria que Charlie interagisse se ela tivesse a chance de voltar para a nona temporada. Embora não tenha destacado um dos personagens como o seu favorito, ela reconheceu que Castiel é um personagem muito importante dentro do show e que seria divertido que Charlie pudesse conhecê-lo. De maneira geral, ela disse que “é privilegiada por fazer parte do mundo de Sam e Dean, e seria interessante vê-la encontrar outros personagens principais.” Mas tudo isso são apenas conjecturas se um ceifeiro resolver levar Charlie embora, então eu lembrei a ela que as pessoas têm uma tendência de morrer o tempo todo em Supernatural e se ela está preocupada de que isso pode acontecer com Charlie. Felicia riu e disse: “como atriz, eu tenho que estar disponível para servir ao enredo. Eu já fui morta por muitos grandes criadores e assassinada em muitos grandes shows. Eu sempre acho que isso é um enorme elogio se você está em perigo, porque eles entendem que o público gosta de você. Dito isso, eu amo as batidas do coração da Charlie, e espero que ele continue batendo.”

 

Quer ler o original em inglês, CLICA AQUI