Boa tarde meus caros hunters, homens das letras e (relacionado a esse post) demônios curados!

O site Zap2It entrevistou o nosso amado e odiado Mark Sheppard, intérprete de Crowley, sobre a situação de seu personagem, e o que ele disse pode ser conferido logo abaixo!

O Time “Livre-Arbítrio” de Supernatural já teve seu lugar nos holofotes, e agora é a vez do Rei do Inferno. A CW acabou de liberar as fotos por trás das câmeras de Crowley (Mark Sheppard) pela nona temporada, e nos fez pensar… Porque ele está sorrindo?

Na última vez que vimos Crowley, ele com certeza não tinha muitos motivos para estar feliz – ele havia acabado de passar pelo processo da terceira tarefa para fechar os Portões do Inferno por Sam Winchester (Jared Padalecki), o que quer dizer que Crowley seria curado por Sam de ser um demônio.Mas quando Dean (Jensen Ackles) descobriu que o ritual iria matar Sam, eles pararam bem a tempo. Então, onde Crowley fica nessa história? Ele continua um demônio, ou foi curado?

“A melhor explicação é: enquanto Sam tentava humanizar Crowley com a suposta cura, e mesmo não completando o ritual, certamente ficaram efeitos residuais de seguir por esse caminho,” Sheppard disse ao Zap2it. “Com certeza há um efeito residual. Crowley gostando disso ou não, há um efeito residual. Então não sei se continuarei a citar séries da HBO enquanto vamos em frente.”

Mesmo sendo difícil de competir com a cena final da oitava temporada (ver os anjos caindo do céu estará para sempre marcado a fogo em nossos olhos), os fãs se lembram de Crowley fazendo um monólogo baseado em “Girls” como um dos melhores pontos dessa temporada. Ver o quase humanizado Rei do Inferno professar seu desejo de ser amado  – e seu amor a séries da HBO – sem dúvida foi uma visão muito estranha para assimilar. “[O discurso] foi ideia do produtor Jeremy Carver,” diz Sheppard. ‘Você é minha Marnie, Alce, e Hannah só precisa ser amada. Todos nós merecemos ser amados!’ Eu ria demais. A primeira vez que eu disse ‘Você é minha Marnie, Alce,’ Jared quebrou. Saiu catarro pelo seu nariz. O que é fabuloso nisso é que o tom do final da temporada era muito, muito triste. Esse foi um jeito bem emotivo de mostrar o que estava acontecendo.

As escolhas que Sam e Dean fizeram no fim da temporada trarão grande repercussão para todos em Supernatural. “É a primeira vez que vemos os garotos escolherem não à tarefa, mas a eles mesmos, e isso realmente funcionou,” diz Sheppard. “Nós filmamos aquela cena intensa por 3 dias naquela igrejinha sem parar. Ele estava fantástico, foi um dos melhores trabalhos que já vi Jared fazer. Muitas pessoas estavam chorando.”

E agora que Sam e Dean escolheram a si próprios ao invés da missão, os dois personagens que serão mais afetados são Crowley… e Castiel. “Nós temos a humanização de Cas, pois obviamente sua graça foi retirada,” Sheppard revela. “E possivelmente a humanização de Crowley. Então deve ser uma temporada interessante.”

A nona temporada de Supernatural estreia Terça, dia 8 de outubro.