hue2

 

 

Minha primeira Análise Hunter, let’s go! Posso dizer que desde a época da quinta temporada, nunca estive tão ansioso para uma premiere. O final da oitava surpreendeu a todos, vi muitos comentários de pessoas que esperavam um final óbvio, que seria o Sam morrendo novamente para salvar o mundo. Carver calou a boca de muitos com o final que ninguém prévia. Fiquei impressionado desde o começo com o enredo que ele criou, nada repetitivo, trouxe a verdadeira natureza do personagem Dean (Cuidar do Sam) e um bom enredo para o Cas, um gás para a história dos demônios com a Abaddon, e por aí vai.

.

Fiquei meio nervoso para o começo da temporada, outra troca de showrrunner (trauma Sera Gamble). Mas já esperava algo bom vindo dele. Ele tem experiência como “chefão”, e escreveu ótimos episódios no passado, conhece bem os meninos. Tenho aquela vontade de ir até ele, abraça-lo e dizer “Obrigado, cara”. Enfim, não há melhor forma para começar um episódio que “The Road So Far”, sempre me emociono quando toca o Rock Clássico e vem tudo que aconteceu na temporada anterior. Estava ansioso para ver a abertura, e não podia estar mais satisfeito. Ainda espero ouvir Led e AC/DC novamente.

.
Vamos por partes, primeiramente falarei de Bobby. Pra mim ele é e sempre foi um Winchester. Por mais que eu queira que o Jim Beaver volte para a série como regular, Carver deixou bem claro que a maneira como ele voltaria seria coerente com o enredo da temporada. E está certíssimo. O que adianta trazer o velho Bobby de volta se for algo sem sentido? Ele sendo “uma parte de Sam que quer morrer” foi algo que eu realmente não esperava. Ninguém esperava. Eu gostei da participação dele no episódio. A discussão dele com o Dean no Impala foi hilária, senti muitas saudades de momentos assim. Lembrei de cenas como a dele dando um puxão de orelha no Dean no 4×22 – “Lucifer Rising”, quando Dean está convencido a desistir de Sam. No 5×18 – “Point of No Return””, quando Dean queria dizer “Sim” para Miguel, e o velho Bobby sensível como sempre, o ajudou a botar a cabeça no lugar. Os diálogos dele com o Sam na floresta me tiraram muitos sorrisos. E mesmo sendo difícil, eu ainda espero vê-lo novamente.

.

Cas e os anjos caídos… Quando Metatron estava tão cego por vingança, acho que ele não pensou o que aconteceria após os anjos caírem. Eles governará o céu sozinho? Ele deixará os anjos voltarem desde que seja com suas regras? Ele pretende algo com as almas? São muitas possibilidades. Eu sempre achei o enredo das almas algo muito interessante, na sexta foi muito mal desenvolvido. Gostaria de ver o Carver amarrar essas coisas que a Sera Gamble deixou aberto. Grandes possibilidades podem sair dessa decisão de Metatron, eu confio no Carver, sei que ele tem algo preparado para isso. Gostei da introdução do Cas no episódio, ver a adaptação dele como humano promete ser ótima e nos proporcionar momentos hilários. Ele botando a mão na cabeça do homem, e depois disso: “Eu vou terminar essa ligação, e esfaquearei você”. Como Carver deixou claro que Bobby voltaria de um modo coerente ao enredo, com o Cas não será diferente, ele se tornou regular, tem um ótimo enredo esperando por ele.

.

Misha se mostrou muito animado com o Cas humano, algo que o personagem dele nunca realmente experimentou. Ter que dormir, comer, lavar as roupas… e as outras necessidades. Como a “Anja” disse, muitos anjos o culpam pelo fato deles terem caído, isso é ótimo, pois além de humano, ele é caçado, terá que fugir, agora que é mais fraco. Mesmo que os anjos não estejam com seu poder total, ele é vunerável sendo humano. Pelo que vimos por enquanto, Ezekiel parece ser um anjo bom, disposto a ajudar. Gostei de ver ele dizendo que daria suas últimas forças para Dean. Com o fato dele ser o que salvará o Sam, será um personagem importante durante a temporada. Jared disse que terá personagens novos, velhos retornando… Creio que desses “novos”, maior parte seja de Anjos.

.
“Quando eu ouvi que era você, tive que vir eu mesmo”, que honra hein, Sam? Ser ceifado pela Morte. É claro que eu não poderia deixar de falar da Morte. Pra mim é um dos personagens mais fodasticos de Supernatural. Nunca esquecerei ele dizendo que Lúcifer não passava de uma criança mimada, o medo nos olhos de Dean quando o via. Sem contar a facilidade dele de ir no inferno para buscar a alma de Sam. Sempre com falas inteligentes e tiradas ótimas. E o respeito que ele tem pelo Sam? Que coisa linda de ver.

.
As cenas na cabeça de Sam nos trouxeram muitas coisas lindas. O que foi o Dean socando o Sam e tentando convencê-lo a continuar lutando? Ótima cena. E também, depois de tudo que o Sam passou, não me surpreendi pelo fato dele querer apenas descansar para sempre. Como Bobby mesmo disse, ele se sacrificou tanto para fazer a porcaria do Mundo um lugar melhor. Ele queria apenas seguir em frente. Mas é claro, Dean não permitiria isso.

.
Para mim o que foi o auge do episódio, o que sempre foi o auge do Supernatural, é a relação de Dean e Sam. Dean desesperado pedindo ajuda para todos os anjos que conseguisse, mesmo sabendo que eles o odeiam. Deu pra ver ele engolindo o orgulho pelo irmão, o sofrimento em sua voz. Falando nisso, a cena com os Anjos ouvindo sua oração foi incrível. Confesso, quando caiu aquela lágrima em seu rosto, eu quase chorei junto. Ele em todo o episódio dizendo aos outros e a si mesmo “Sempre há uma maneira”, não hesitando em nenhum momento. “Não existe eu se não existir você”, a melhor fala do episódio inteiro. Logo lembrei do 3×01, “Eu não poderia viver se você morresse”. Claro que eu espero um enredo bem elaborado para ambos, Dean e Sam, mas essa é a natureza do personagem. Esse é o Dean Winchester. O cara que faria tudo pelo irmão mais novo. “Somos capazes de qualquer coisa, Sam”.

.
O segredo que irá salvar Sam. Supernatural sempre me surpreende, impressionante. Eu nunca esperaria que Ezekiel possuísse Sam para curá-lo e curar a si mesmo. Isso é algo muito grande para ser desenvolvido, algo que estou muito animado para ver. Jared disse que se os fãs não gostarem, é porque ele não está atuando bem. Jared é incrível, não tem que se preocupar. Alias, eu gostei muito das outras formas de Sam que ele interpretou até agora, e tenho certeza que nessa temporada não será diferente. Um confronto entre os irmãos é sempre bom. Pelo meu palpite, veremos isso futuramente. Quando Sam descobrir.

.
Para acrescentar, fiquei muito satisfeito com os efeitos. Aquela cena dos vidros quebrando foi épica, a luta dos Anjos e etc. E também fiquei curioso, o símbolo para afastar os anjos, para onde eles vão agora? lol
Se eu vou rever esse episódio várias vezes até o próximo? Vou mesmo.
Semana que vem tem mais, e promete pegar mais fogo ainda.

CARRY ON!