Minha segunda análise hunter! Vamos lá… Eu sempre apreciei os flashbacks, desde o 1×18 “Something Wicked”, em que vimos John indo caçar e Dean cuidando do Sam, Sam batendo no garoto no 4×13 “After School Special”, ou 3×08 “A Very Supernatural Christmas'”, onde Dean ganha o amuleto. Ainda espero ver Bobby ou John novamente por meio dessas memórias.

Falando no amuleto, quando eu soube que teria flashbacks do Dean, estava torcendo para vê-lo novamente. Desde a 5ª temporada eu mantinha a esperança do Sam ter pego-o no lixo. Sera Gamble disse na época da sexta que tinha grandes chances dele voltar, a vadia me iludiu. Enfim, acho o amuleto algo muito siginificativo para Dean, para a série, e foi lindo ver o Dean jovem usando-o.

A  retrospectiva clássica do episódio começou mostrou o que é a série, alguns dos episódios que citei acima, os diálogos do John com Dean, “E o mais importante….” “Cuidar do Sammy”, “Eu tenho esse irmão. Ele sempre diz que vai cuidar de mim”, foi lindo de ver, e deu saudades da época da 1ª temporada. O maior problema era o Azazel, bons tempos!

O episódio em todo foi um clássico do Supernatural, os meninos chegam no local com o Impala, investigam, conversam com as pessoas, mortes… Pra mim é impossivel não amar um episódio assim. E dessa vez não é um lugar qualquer, Dean esteve nesse local para deliquentes quando tinha 16 anos, porque roubou comida. Gostei que citaram o nome do John, ele ainda é um personagem que eu gosto bastante. Acredito que muitos hunters gostam dele.

E é algo impressionante, ele morreu na 2ª e estamos na 9ª. Faz muito tempo. Voltando, é muito interessante, pra mim eles podem fazer isso mais vezes se souberem usar essas histórias. Sem esquecer de falar da Robin, menina que Dean se envolveu nesse tempo, e dava para ver que ele gostava dela, coitado.

O caso em si foi ótimo também, amor de família! A mulher que morreu em um acidente ainda cuidava do Timmy, menino que causava as mortes. Mas como o Dean disse, e a ceifeira disse no 2×01, se o fantasma ficasse lá cuidando dele, ela iria enlouquecer com o tempo, e foi o que aconteceu. Gostei de como o Dean resolveu o caso, dizendo pro Timmy cuidar dele mesmo e não da pessoa que ele amava. Coisa que ele nunca fez.

E para finalizar, a melhor cena, Dean olhando pela janela e vendo o Sam. Isso já foi o suficiente para me fazer chorar. Essa cena resumiu o que é a série, o que é o auge da série, como já disse antes. O amor dos irmãos, o relacionamento deles. E como chorei ao ver o Dean chorar, escolhendo como sempre o Sam. Sempre foi o Sam, e sempre será. E depois, no finalzinho, o Sam agradecendo pelo Dean cuidar dele… Como não amar esse episódio? Teve toda a essência do que é o Supernatural.

CARRY ON!