Como de costume, chovendo artigos recheados de spoiler em dia de episódio. Dessa vez quem concedeu entrevista à mídia foi Jensen, o qual falou sobre os efeitos colaterais da Marca de Caim e a briga contínua com Sam. Continue lendo para saber o que mais Ackles revelou ao site Zap2it.

Tradução na íntegra:

Zap2it: Estou extremamente preocupada com Dean agora. Ele não parou para ouvir os avisos de Caim a respeito de como receber a marca pode afetá-lo, e ele tem demonstrado habilidades de caça chocantes recentemente. Como isso continuará a afetar ele? Não será bom, certo?

Jensen: Está definitivamente mexendo com a sua bússola moral interna, por assim dizer. Vimos recentemente que Dean, em vez de poupar uma vida humana, matou um cara sem sequer hesitar. Acho que desempenha no que ele está passando por dentro. “Se são ruins, eles têm que ir. Não tenho tempo para pesar os prós e contras e deliberar sobre o que é certo e errado. Esse cara era ruim, então ele tinha que ir.” Isso é muito longe de onde nós vimos Dean no passado. Ele sempre foi do tipo “atire primeiro, faça perguntas depois”, mas isto era com monstros, que é sua linha de trabalho.
Quando apenas trata-se de gente louca, ele não necessariamente molda-se como um policial. Ele preferiria que as autoridades fizessem o seu trabalho lá, mas agora a este ponto ele não parece se importar. Tudo é apenas um pouco mais de um meio para um fim. Ele é ébrio em relação ao que acha que precisa acontecer com toda a situação envolvendo Abbadon que não está pensando claramente. Isso vai piorar cada vez mais para o final da temporada.

Zap2it: Como tem sido interpretar essa versão mais sombria de Dean?

Jensen: Pessoalmente tem sido divertido. Para ser honesto, desde o início da série, eu sempre gostei de aspectos cômicos de Dean e o humor em que ele foi retratado, e quando quer que a situação tenha ficado pesada ou emocional, sempre houve um pouco de leveza que Dean foi capaz de trazer para a situação. E eu realmente sinto que ele foi despojado de tudo isso este ano. Ele está passando por algo com o qual não teve de lidar antes. É pesado, e ele não é capaz de encontrar o lado mais leve em si mesmo. Como ator, pessoalmente, depois de tanto interpretar o personagem, a não ser capaz de aliviar-se, é um novo território. Tem sido escuro no mundo de Dean por um tempo, e estou esperando que alguém abra uma janela em breve.

Zap2it: Acrescentar à essa escuridão é o fato de que seu relacionamento com Sam azedou a um ponto chocante. Assistir os Ghostfacers brigarem da exata maneira que Sam e Dean estão brigando tem algum efeito no relacionamento dos irmãos?

Jensen: Foi definitivamente uma ponta do chapéu para com o que Dean e Sam estão lidando no fato de fazer algo que pode ou não ser perdoado, por isso é para ser visto. Estamos no meio das gravações do episódio 20 agora, e eu estou vendo desarranjos do 21, o que é realmente mais um episódio cheio de ação, mas emocionalmente as histórias vão começar a vir à tona nos próximos (últimos) três episódios. Não vi além do 21 ainda, portanto não sei como se desenrola ou o qual é a resolução, mas imagino que está levando para uma grande resolução ou um grande cliffhanger (gancho). [risos]

Zap2it: Como tem sido retratar essa relação danificada com Sam quando seu forte e amoroso vínculo fraterno tem sido o núcleo de “Supernatural” durante a série inteira até agora? Muitos fãs estão levando isso de maneira muito difícil.

Jensen: É difícil. Eles meio que fizeram algo semelhante a isto algumas temporadas atrás, onde tiraram os irmãos de todos os seus bens. Levaram seu carro, perderam Bobby, tudo foi perdido. Mas, pelo menos, eles tinham um ao outro. Então, agora, cortar esse laço que parecia ser tão forte tem sido muito difícil. Felizmente isso não acontece fora da câmera. Jared e eu ainda podemos fazer brincadeiras ao redor como sempre, mas interpretar isso quando as câmeras estão rolando é difícil. Sempre houve uma camaradagem entre os dois irmãos, e ao ter isso basicamente quebrado nesta temporada, tem sido difícil olhar para as peças do que costumava ser.

Zap2it: Acha que é por isso que Dean forjou esta nova relação com Crowley? Tenho que dizer, eu nunca pensei que veria o dia em que Dean fez quase, bem, amizade com o Rei do Inferno.

Jensen: Acho que o relacionamento de Dean e Crowley nesta temporada tem realmente gerado a partir dos meios para um fim de Dean e a Marca de Caim. Ele vê Crowley apenas como uma maneira de obter a lâmina [que ele precisa para matar Abbadon]. Ele precisa dele tanto quanto Crowley precisa de Dean, então Dean descobre que pode salvar o que quer que tenha sobrado para ser salvo ao se livrar de Abbadon. Ele vai fazer o que puder para fazer isso, e se isso significa ter que fazer um pacto com o diabo, então isso é o que ele vai fazer.
A este ponto, as relações de Dean saíram dos trilhos. Ele não tem mais o seu irmão, por assim dizer, sente-se como se tivesse desapontado todos ao seu redor, sente-se como se estivesse raspando o fundo do barril. E quão metaforicamente perfeito, quando alguém está raspando o fundo do barril para chegar na cama com o diabo. Acho que é muito revelador onde Dean está, mentalmente, que ele poderia até mesmo entreter uma relação com Crowley da maneira que tem feito, e se essa relação vai além está para ser visto. Acho que Dean está apenas realmente cortado, seco e preto e branco agora. Ele literalmente só vê Crowley como um meio para um fim.

Zap2it: Dean também tem estado separado de Castiel por um tempo. Quando Cas retorna, ele vai ter algumas opiniões sobre a nova “amizade” de Dean com Crowley, certo?

Jensen: Espero que sim! Não sei exatamente como isso vai se desenrolar, mas presumo que Castiel não vai querer ver Dean ir por esse caminho mais longe do que já foi. Se ele pode fazer ou dizer alguma coisa para Dean que pode fazê-lo mudar de ideia, eu tenho certeza que ele vai fazer isso. Dean tinha que fazer a mesma coisa por Cas no passado, então eu sinto que é justo para Cas querer a mesma coisa e fazer o que puder para não apenas salvar Dean como pessoa, mas também para salvar Dean e Sam como irmãos. A essa altura, parte da missão de Cas é ajudar esses dois irmãos, não só o que eles significam para o retrato maior, mas o que significam um para o outro.

Fonte